(Fotografia – André L. Soares)

.
.
.
GÊNESIS
(André L. Soares)
.
Por Tua vontade o nada se fez óvulo,
para gerar perfeito cosmo físico,
todo de gases, sólidos e líquidos
(mundos distantes, com um mesmo vínculo).
.
Os elementos voam (rotas em círculo),
pela explosão que expande luz e ritmo,
parindo estrelas (símbolos do místico)
na proporção divina de Teu cálculo,…
.
que muito além da mágica e da lógica,
supera mais de dois bilhões de séculos
(desse universo imune ao verbo trágico),
.
e acresce, à esfera azul, a melhor fórmula,
modificando a essência das moléculas,
até brotar a vida… e um ser fantástico!
.
.
.

.
Leia também:
Gritos Verticais /O Poema de Cada Dia /Poética Herética /Raiz de Cem /Sons de Sonetos

Anúncios