(Empire – Christopher Haines)

.
.
.
O HEREGE
(Thiago El-Chami)
.
“Meu irmão, tu és réu desta heresia
grave abjuração e incúria extrema
renegaste ao teu Deus em voz blasfema
pagarás com teu sangue à confraria!”
.
“Há um engano, senhores. na homilia
que ora vos submeto, à Lei Suprema
em mil versos proclamo. Vede o tema!
eis que apelo à vossa fidalguia!”
.
Veio então a sentença: “o teu destino
ao quebrar o silêncio do Divino
e ao fazer desta quebra o teu ofício
.
Será errar pelo mundo, só, perdido
e falar, sem jamais ser compreendido
ser poeta, homem: eis o teu suplício”.
.
.

.
.
.
Para ler mais de Thiago El-Chami, visite o blog:
O Corvo e a Fênix

Anúncios