(Rasta Pasta – T. C. Chiu)

.
.
.

PEQUENA ODE À COERÊNCIA
(Aurélio Aquino)
.
Fica o dito como dito,
mas que dizê-lo tanto
seja preciso,
não apenas na balsa das palavras,
mas no dorso objetivo do ofício.
.
Fica o dito como dito,
mas que fazê-lo tanto
seja infinito,
enquanto perdure uma roseira amarga,
pendurada no vão do nosso grito.
.
.
.

Anúncios