(Soldier of the Moroccan Imperial Guard – Eugene Delacroix)
.
.
.
AO SOLDADO SOBREVIVENTE
(André L. Soares)
.
Tendo a justiça, quase sempre, errado,…
formou-se o flagra, por detrás da burca:
véu sujo e escuro, que à dor se ajusta,
tal um Narciso nascido entre escarros.
.
Também há a força: velha lei dos bravos
– a mola-mestra que os impele à luta –,
mãe da verdade fria que a adaga oculta
na ideologia torpe de algum tratado;
.
e quando os porcos, dominando o estado
– abrigo amável aos mais vis canalhas –,
ornam, com flores, seus ardis macabros,…
.
o que se tem é só a moral do diabo:
no morto-vivo que, após mil batalhas,
volta pra casa para ser escravo.
.
.
.
Anúncios