(Romance in Red II – Alfred Gockel)

.
.
.
FAMINTOS

(André L. Soares)
.
Teu corpo esguio, pele fina,
subindo e descendo sobre mim,…
dava-me os sons do cio,
tatuados nos espasmos,
da felina que dançava no carmim.

.

Agarrei-me à cabeleira,…

a cabeça à cabeceira recostada,
muitos gestos e eu te olhava
sem perder algo que fosse.
Tanto suor,… em quarto tão pequeno,
quanto mais se encolhia o tempo,
mais tu me querias dentro…
o ar impregnando-se de amor.

.

Desejos de almas puras,

refletidos na musculatura,…
teus olhos gritavam… mudos,
dando asas à imaginação.

.

Línguas violando ouvidos,

canções rugidas da libido,
nossos sexos se contraíam,
eu saía e entrava em ti
no ritmo dos corações.

.

Enfim, o gozo ecoa…

para amantes satisfeitos,
tudo assim… simples e lindo,…
dócil lobo, concedo o peito
ao descanso da leoa.
.
.
.
Anúncios