.
.
.

SUBLIME
(Rita Costa – 26.07.2006 – Rio de Janeiro)
.
Mais-que-perfeita
Tua frase em mim
Faz-se explícita
E a recíproca verdadeira…
Cala em meu peito toda dor.

Mas guardo no silêncio
As palavras que, de súbito,
Tornam-se infinitas
Pra que esperem nosso tempo…
Cada uma, a sua vez
De verterem permissivas
Da minha alma
Por minhas veias, meus poros
E em minha boca…
Unindo-se ao teu nome
Que tantas vezes sussurrei.
.
.
.

Anúncios